domingo, 1 de junho de 2014

Copa do Mundo



Patriotismo de modismo!

Balançando sem vida nos postes da hipocrisia

Fincado nos alicerces frágeis da descabida esperança

Lambuzado em esburacados asfaltos assassinos

Ferindo a paz anil com sua colorida trilha de poluição

Uivado em cornetas melodiosamente irritantes

 

Queimando com o néctar da embriaguez visceral

As sedentas gargantas dos roucos sacerdotes da futilidade

 

Carregado no pranto vazio da ínfima prioridade

Vertida pelos olhares inertes e sem ambições cabíveis

 

Desregrados seres veneradores do apocalipse mental

Esqueçam o errante e itinerante lamaçal brasileiro

Vamos vibrar com a riqueza do gol do artilheiro

Amém Copa do Mundo!

Venha camuflar as tragédias de nosso repetitivo jornal!

11 comentários:

Jonatas Rubens Tavares disse...

Não há nada de errado quando nos convencemos de que tudo está certo
Nos agarramos ao viciante entretenimento e nos iludimos com o "progresso".

Abraço

ॐ Shirley ॐ disse...

Belo e contundente é o seu poema, Evandro. Porém, uma vez mais, vem o futebol entorpecer a mente do brasileiro.
Amigo, beijos!

Fábio Murilo disse...

Poxa, contundente! Pois é, já reparei, todos são tomados de um súbito patriotismo,levantam bandeiras, se mobilizam de um jeito que nunca se viu antes... teleguiados.

Evanir disse...

Todos nós guardamos na lembrança
um momento bom com um amigo.
Na memória as lembranças daqueles
que souberam nos conquistar.
Não se trocam as amizades, conservam-se os amigos
para compartilhar as alegrias e possível tristezas .
Meu carinho e agradecimento .
uma abençoada semana beijos no coração.
Carinhosamente..Evanir..
Meu amigo de tanto tempo..A gente sabe dos problemas social desse Pais.
Eu adorei seu poema assim como amo nossa amizade vinda já de bastante tempo.
Amigo ..eu tenho um pequeno problema .. sou apaixonada por futebol só não vou contar o time do coração.
eu entendo protestos frustações
entendo tudo.
eu só não entendo o que foi feito comigo meu amigo.
estou com as mãos cheia de ematomas braços depois de ficar mais de 2 horas numa ante sala de um centro cirurgico numa cadeira de rodas tremendo de frio.
E não era SUS amigo ..
Agora a médica ñ para de ligar na minha casa.
Como vou voltar a São Paulo depois de tudo isso.
Não durmo mais estou em frangalhos.
Porque não ver o belíssimo futebol que invade nosso coração
de alegria a cada Gol.
Na verdade estamos sim numa grande crise mais infelizmente é mundial.
Sem duvidas tem alguns menos e outros mais mal .
Perdoe alonguei com seu poema meu amigo.
Uma semana linda para você.
Evanir

© Piedade Araújo Sol disse...

oportuno e necessário.

uma boa semana.

:)

Paulo Silva disse...

Espero que o mundo abra os olhos com essa Copa. Eu não sou do Brasil e acho uma tamanha fútilidade e falta de caráter um país como o Brasil sediar um evento desses. Não que não tenha condições para tal mas porque não tem condições para a população e ficar fechando as portas para a criminalidade e pobreza e abrir uma janela onde tudo são sorrisos e festa, não está correto.
Espero que o mundo veja isso.

Um abraço.

Zilani Célia disse...

OI EVANDRO!
FORTE VERDADEIRO E INTENSO.
UM POVO, QUE É PATRIOTA SIM, MAS CEGO E PURA MASSA DE MANIPULAÇÃO. INFELIZMENTE, SEREMOS NOVAMENTE ENGAMBELADOS COM O FUTEBOL.
ABRÇS
http://zilanicelia.blogspot.com.br/

Bruna Morgan disse...

Nada mais do que a verdade...

Meu blog ♥

Evanir disse...

Querido amigo esta tudo bem contigo?
Sentindo que esta ausente minha preocupação me fez vir até seu blog.
Um abençoado final de sema abraços.
Evanir.

Janaina Cruz disse...

Nenhuma criação sobre o pão e o circo em que vivemos atualmente, foi tão linda e tão brilhante quanto a tua meu amigo!!!

Enquanto grita-se gol, a vida fora do estágio piora ainda mais...

Cadê nossos dignos hospitais? E as nossas escolhas melhores? A moradia? O respeito?? A copa comeu tudo!!!

Sonhadora (RosaMaria) disse...

Meu amigo

Um poema forte como sempre leio aqui. Não me pronuncio das razões, pelo simples motivo que quem sabe onde doi é quem sente na pele.

Um beijinho
Sonhadora