segunda-feira, 1 de julho de 2013

Mais uma vítima...


O dia amanhece em um doloroso vazio

Sonhos soterrados em um terreno baldio

Uma brisa vermelha perambulando sem rumo

Uma pequena lágrima do céu cai suavemente

Ilustrando mais uma obra de arte de alguns delinqüentes

Lá está uma adolescente morta no chão...

Ela era rica ou escória?

Isso pouco importa

Terá seu ínfimo momento de glória

Nos moldes toscos dessa nação torta

Só as flores agradecem, pois serão utilizadas

As roupas do armário se preocupam, pois não mais serão vestidas

O celular se calou, pois não mais será despertado

E os pais ficaram loucos, pois agora estão mortos mesmo com vida!







OBS: Obra escrita após ler a barbaridade ocorrida no Paraná em 25.06.2013.

21 comentários:

Ana Karina disse...

Quanta sensibilidade... Apesar da dor, lindo texto.

Zilani Célia disse...

OI EVANDRO!
TAMBÉM FIQUEI MUITO CHOCADA POR ESTA NOTÍCIA E DAI VEM A VONTADE DE FAZERMOS NOSSA PARTE, QUE SE NÃO É SAIRMOS ÀS RUAS, QUE SEJA ESCREVENDO COM VEEMÊNCIA, TENTANDO CAPTAR A DOR DOS FAMILIARES QUE AQUI FICAM, EM NOSSOS TEXTOS QUE COMO TÃO BEM DIZES EM TEU POEMA, JÁ MORTOS EM VIDA.
EMOCIONANTE!
ABRÇS
http://zilanicelia.blogspot.com.br/

Evanir disse...

O Amor é complexo, mas é lindo,
muito lindo! Quando ele .
Acredite no Tempo, na Amizade,
na Sabedoria, e principalmente no Amor.
A verdadeira amizade supõe um pacto de fidelidade,
uma capacidade de dar sem esperar resposta.
Em nome desse amor , que estou aqui hoje.
Um dia especial..especial de verdade.
O aniversário da minha princesa(Lara)
por isso venho convidar para uma visita no meu blog.
Uma semana abençoada e na paz.
Beijos no coração ,Evanir
Seu coração é lindo amigo.

Heloisa Moraes disse...

Sempre tão palpável o sentimento (nesse caso a dor) nos teus textos.
Lindo a realidade do poema.
Mas é lamentável o acontecido...

© Piedade Araújo Sol disse...

uma morte em que circunstancias for, doí sempre, esta deve doer ainda mais.
boa semana.
obrigada

:(

Jota Effe Esse disse...

Essa é a triste realidade que nos oferece o atual mundo cão. Façamos o que estiver ao nosso alcance para que isso melhore. Meu abraço.

PERSEVERÂNÇA disse...

A imagem de entrada me encanta!
Passando para deixar um abraço fraternal e agradecer os comentários que tem deixado no Perseverança.
Abraço fraternal e um lindo sabado
Nicinha

Bernardo Velasco disse...

Oi Evandro, ótimo texto muito forte e, por vezes, verdadeiras, poesia sentimental expressa ao máximo, quero felicitá-lo, eu vos saúdam e, especialmente, apreciar a sua opinião e visite o meu blog, tenha um bom dia ......

PauloSilva disse...

Uma sensibilidade arrebatadora mesmo com uma profundidade em todas as palavras. Fortes palavras, meu amigo.
Sempre sua bela poesia transversal!
Um abraço.

Parole disse...

Um crime cruel que pode acontecer com qualquer uma e que mal consigo imaginar o que essa menina passou sem sentir dor.A família morreu junto com ela e morrerá uma vez mais, quando perceber que os marginais logo estarão na rua novamente beneficiados por algumas de nossas leis indecentes.

Fica assim a boa poesia de indignação, a sua, o que me faz pensar que nem tudo está perdido.

Beijo, Evandro e boa semana.

Rodrigo Moura disse...

Meu caro Evandro,
Teu poema é um verdadeiro convite
à reflexão sobre a nossa cena
político-social; um fato doloroso
que é de interesse de todos
nós, ou seja, devemos propagar
o amor e o respeito ao próximo
para que tragédias assim não
se tornem uma constante.
Inspiradíssimo, parabéns!
Um forte abraço.

Carlos Rímolo disse...

Meu caro amigo e poeta Evandro!!!
Obrigado pelo carinho de sempre
Para comigo e meus trabalhos.
Me senti honrado com a sua gentil
Presença. Fiquei lisonjeado mesmo.
Passando para agradecer-lhe e,
Deixar também o meu carinho e
Abraço.
Um poema que retrata o lado negro social, a crueldade.
Uma semana maravilhosa, com muita
Luz e amor, é o que desejo para você!!!!
Beijos de luz!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

POETA CIGANO – 09/07/2013
http://carlosrimolo.blogspot.com
“Poesias do Poeta Cigano”

Daíse Lima disse...

Olá!!!
E quando a gente se apaixona por um cantinho e não quer mais sair?! Continua delicioso!!!
Parabéns!!!
Beijos!!

Janaina Cruz disse...

Vidas são roubadas, tomadas de assalto, morrem todos ao mesmo tempo...

Onde vai parar esse nosso mundo? Onde vamos parar?

Tua poesia sempre me encanta meu amigo, meus parabéns sempre...

Fred Caju disse...

Bandeira também fez um famoso ao passar a vista no jornal. Sina de poetas mesmo.

Anderson Lopes disse...

Tudo se cala quando uma vida dorme para sempre.

Belo poema, lembrou-me o livro "O Resto é Silêncio", do Érico Veríssimo.

Evanir disse...

Um momento especial de renovação para sua alma e seu espírito,
porque Deus, na sua infinita sabedoria, deu à natureza,
a capacidade de desabrochar a cada nova estação e a nós
capacidade de recomeçar.
Desejo a você, um final de semana cheio de amor e de alegrias.
Afinal Deus nos a oportunidade de fazer novas amizades,
ajudar mais pessoas,
aprender e ensinar novas lições,
vivenciar outras dores e suportar velhos problemas.
Sorrir por novos motivos e chorar outros,
porque amar o próximo é dar mais amparo,
orar e agradecer .
Fazer novas amizades é amadurecer um pouco mais
e olhar a vida como uma dádiva de Deus.
É ser grato, reconhecido,
forte, é ter fé acima de tudo.
Que o Senhor abençoe a você,
no doce lar Lugar onde vive!
Que você possa ver sua
família crescer e progredir,
e tenhas uma vida longa,
com saúde , paz e eterna felicidade.
Um Feliz Dia Do Amigo : Estou atrasada ,
mais Nunca esqueceria essa data.
Eu não tive como visitar antes todo dia nossa amizade
só faz aumentar essa amizade plena sem felicidade ,
mais de um infinito carinho.
Um Domingo de paz beijos.
Tem um mimo
na postagem fique a vontade para pegar.
Deus abençoe VOCÊ!

Por que você faz poema? disse...

Morrer em vida.
Sepultura pior?

Sonhadora (RosaMaria) disse...

Meu amigo

Infelizmente há tantas vidas que são roubadas quando ainda quase não a tinham começado a viver.

Um beijinho
Sonhadora

V.B. Mello disse...

Ótimo blog. Gostei! Parabéns!

Jéssica Amâncio disse...

é o cotidiano da violência naturalizada. que bom que ainda tem gente, como você, que se sensibiliza ao ler uma notícia assim.